7ª Festa Nacional da Costela caminha para terceirização

ctg

 

O objetivo da prefeitura é auxiliar na realização da festa que divulga o município, sem colocar recursos públicos. Para isso, cogita-se terceirizar a realização da festa e discutir a participação do CTG Fronteira da Amizade. As diretrizes de funcionamento da festa estão sendo tratados para que alguma empresa gerencie o evento. Essas ações foram discutidas, na tarde desta sexta-feira (01/11) entre representantes da prefeitura e do CTG.

 

A intenção dos representantes do CTG, manifesto em reunião ocorrida na entidade na quinta-feira (31/10), é trabalhar com a alimentação. Assar costela e atuar no espaço interno é de interesse do grupo. Sobre a busca de empresas, o CTG requer apoio da prefeitura para discutir a possibilidade de terceirizar a festa, bem como, articular esse processo.

 

A principal bandeira defendida pelo prefeito é de evitar a injeção de recursos públicos na realização. “A ideia é que a empresa que assumir a festa se sustente”, Pedro Ivo. Na próxima reunião, o prefeito sugeriu que seja discutido essa questão diretamente com empresas interessadas em administrar a festa. Além disso, o prefeito sugere que não seja cobrado ingresso para acesso à festa, com exceção aos shows.